Compartilhe
essa notícia
Cidades / Política 15/05/2013 14:32 - Atualizada em 15/05/2013 14:32
Mais de 300 mil títulos eleitorais foram cancelados no Estado
Sem documento, eleitor não pode votar


Informações do Tribunal Superior Eleitoral – TSE – apontam que dos 372.691 eleitores paulistas que não votaram e não justificaram a ausência nas últimas três eleições, 329.997 tiveram o título cancelado. Apenas 11,1% regularizaram a situação dentro do prazo, que terminou no dia 25 de abril. Somente na Capital, o cancelamento atingiu 104.866 títulos.



Sem o título, além de não poder votar, o eleitor fica impedido de obter passaporte ou CPF, inscrever-se em concurso público, assumir cargo ou função pública, renovar matrícula em estabelecimentos oficiais de ensino, obter empréstimos em instituições oficiais, receber salário (em caso de servidor público), entre outros impedimentos.



O cidadão que teve o título cancelado deve procurar seu cartório eleitoral munido de documento oficial de identidade e comprovante de residência. Depois de quitar as multas devidas, o eleitor poderá reativar seu título e, assim, estará apto para exercer novamente seu direito ao voto.



A depuração do cadastro é realizada sempre em ano não eleitoral e tem por objetivo a regularização das inscrições dos eleitores. Em 2011, foram cancelados 332 mil títulos no Estado e em 2009, 145 mil.


Comentar notícia

Nome
Email
Mensagem
Li e concordo com os termos de uso
Nome remetente
Email remetente
Nome destinatário
Email destinatário