Banco do Povo empresta mais de R$ 500 mil aos vinhedenses

A Prefeitura de Vinhedo, divulgou nesta semana que o Banco do Povo Paulista, órgão ligado ao Governo do Estado, aprovou R$ 423.013,00 em uma linha de crédito emergencial para empreendedores do município durante a pandemia do coronavírus. A soma entre os valores aprovados e os que aguardam depósito, R$ 85 mil, totaliza, até o momento, mais de R$ 500 mil. O objetivo da ação é oferecer suporte financeiro a uma das classes mais afetadas pela covid-19.

A linha de crédito foi liberada para empresários do município até o dia 31 de maio. Os valores variaram de R$ 200 a R$ 20 mil, com juros de 0,35% ao mês e prazo de 24 a 36 meses para começar a pagar.

A agência do Banco do Povo Paulista financiou aos micros e pequenos negócios formais, MEI, MEs, LTDAs e EIRELIs, e também microempreendedores urbanos e rurais, inclusive os do setor informal. Os empréstimos foram requisitados para algumas finalidades específicas como: pagamento de aluguel, contas de consumo, mão de obra e encargos sociais, entre outras.

Novas solicitações

A oferta de créditos do banco prossegue até 31 de dezembro. Entretanto, o público está mais restrito neste momento. Agora está disponível apenas a linha de Estímulo ao Trabalhador Informal, que dá prioridade para os trabalhadores informais, produtores rurais e MEIs. Devido à alta demanda da linha de crédito Emergencial, o valor disponível para esta classe está limitado a até R$ 8 mil para produtor Rural com CNPJ e MEIs, e até R$ 3 mil para trabalhador informal.

Para terem direito, os tomadores deverão se enquadrar nos critérios estabelecidos pelo Banco do Povo, que será o responsável pelo empréstimo. Uma das causas impeditivas para ter acesso ao crédito é a negativação junto ao SPC.

A agência do Banco do Povo está localizada no Centro de Vinhedo, na Rua Monteiro de Barros, 17, junto à Central SIM. Por conta da pandemia, o atendimento está limitado a seis horas diárias, das 10h às 16h e não precisa de agendamento.

Mais informações por e-mail – [email protected] – ou pelo telefone 3876-0500, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

“A pandemia do coronavírus chegou de surpresa e pegou muita gente desprevenida. Com os empresários do município não foi diferente, o comércio local ficou muito tempo fechado e com isso as finanças foram prejudicadas. Essa medida com trouxe um fôlego e impedirá que muitos estabelecimentos fechem as suas portas”, destacou o prefeito Jaime Cruz.