Campanha quer arrecadar doações para ajudar onça

O Instituto Corredor das Onças resgatou uma onça-parda após na estrada entre Jaguariúna e Pedreira. O macho foi encontrado após ser atropelado e foi batizado de Ghuru, que significa ‘aquele que mostra os caminhos’. A organização deu início à uma campanha online de financiamento coletivo para arrecadar fundos que serão utilizados em uma cirurgia, manutenção do animal e um aparelho de GPS para monitorar sua recuperação na natureza.

Apenas o colar tipo GPS vai custar US$ 4.800,00. O monitoramento do Ghuru permite que os profissionais responsáveis pelo caso acompanhem os seus passos na natureza gerando conhecimentos que permitirão proteger outras onças de novos atropelamentos, além de proteger o macho de onça-parda de caçadores que ainda existem na região. “É necessário mobilizar a maior quantidade de pessoas para que a população de onças não perca este magnífico exemplar. Além de proteger o Ghuru, o seu acompanhamento é necessário para que possa avaliar se ele está conseguindo caçar e se alimentar, cumprindo plenamente o seu papel na natureza que é a manter equilíbrio da fauna na região”, destacou Márcia Gonçalves Rodrigues, analista ambiental do ICMBio.

Graças a melhores práticas de produção de cana – como a redução do uso do fogo nos canaviais – a população de onças-pardas e de outras espécies da fauna vem aumentando no Estado de São Paulo, que é o maior produtor de cana-de-açúcar do país. E apesar de ainda ameaçadas de extinção as onças vêm se recuperando porque têm se favorecido pela abundância de capivaras, que se alimentam dos brotos de cana. Mas os atropelamentos são uma ameaça constante porque os animais de deslocam bastante (dezenas de quilômetros por dia) e o Estado de São Paulo possui a maior rede de rodovias instaladas, assim as ameaças são constantes.

Para conhecer mais sobre o animal, acesse a página de financiamento coletivo. Basta clicar AQUI.