Doria anuncia flexibilização e Vinhedo poderá reabrir comércios

Cidade se encaixa na fase 2 com abertura de alguns setores com restrições

Governado João Doria durante coletiva nesta quarta-feira, 27

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) anunciou, nesta quarta-feira, 27, a prorrogação da quarentena no Estado por mais 15 dias. Ainda durante o anuncio o governador falou sobre as flexibilizações progressivas, que serão feitas levando em conta as características de cada município a partir do dia 1 de junho.

O plano da flexibilização prevê cinco etapas. As regiões serão avaliadas periodicamente de acordo com os indicadores de saúde, verificando se cumprem os critérios para avançarem a uma etapa de maior relaxamento a cada 14 dias ou voltar para uma fase mais restrita a cada 7 dias, ou imediatamente, caso haja evidência da piora da situação.

Taxa de isolamento, número de casos da doença e taxa de ocupação dos leitos de UTIs são os principais critérios para avaliar as cidades e as regiões em que elas estão.

Vinhedo na mais recente análise teve alta no número de casos e taxa de isolamento de 51%. A cidade, segundo a Prefeitura não tem infectados da covid-19 em UTIs, e o uso de máscaras é obrigatório.

A região de Campinas, onde a cidade de Vinhedo está inserida, foi enquadrada na fase 2 de flexibilização com abertura com restrições de atividades como imobiliárias, concessionárias de veículos, escritórios e comércio.

Continua vetada na cidade a reabertura de espaços públicos, bares, restaurantes, salão de beleza, academia, teatro, cinema e eventos que geram aglomerações (incluindo os esportivos). No entanto apesar o anúncio a reabertura depende do aval e de um decreto do governo municipal.

Confira as fases e as regiões

Fase 1 (vermelha) – liberação apenas de serviços essenciais, como ocorre agora em todo o Estado

Regiões: Baixada Santista, Registro (Vale do Ribeira) e Grande São Paulo.

Abertos somente os serviços essenciais.

Fase 2 (laranja) – momento de atenção da pandemia com liberações eventuais

Regiões: cidade de São Paulo, São José do Rio Preto, Araçatuba, Taubaté, Campinas, Marília, Sorocaba, Piracicaba, São João da Boa Vista, Ribeirão Preto e Franca.

Aberto com restrições: atividades imobiliárias, concessionárias de veículos, escritórios, comércio e shoppings.

Fase 3 (amarelo) – momento controlado da pandemia com maior liberação de atividades

Regiões: Barretos, Presidente Prudente, Bauru e Araraquara/São Carlos.

Aberto com restrições: bares e restaurantes, comércio, shoppings e salões de beleza.

Aberto sem restrições: atividades imobiliárias, concessionárias de veículos e escritórios

Fase 4 (verde) – momento decrescente da pandemia com menores restrições

Regiões: nenhuma.

Aberto com restrições: bares e restaurantes, comércio, shopping, salões de beleza e academias. Aberto sem restrições: atividades imobiliárias, concessionárias de veículos e escritórios.

Fase 5 (azul) – momento de controle da pandemia e liberação de todas as atividades com protocolos

Regiões: nenhuma

Todas as atividades liberadas

 

Mapa das regiões e suas respectivas fases do isolamento social 

 

Confira abaixo a curva de contágio da covid-19 em Vinhedo