Prefeitura não vai recorrer da decisão que suspende decreto

Cidade volta a obedecer o decreto estadual da quarentena

Jaime durante vídeo em que reforça que vai acatar a decisão da Justiça

O prefeito de Vinhedo Jaime Cruz (PSDB) anunciou neste sábado, 25, por meio de um vídeo em rede sociais, que vai acatar a decisão da Justiça e seguir a quarentena estadual até o dia 10 de maio. Portanto, o decreto municipal que abrandava a quarentena em Vinhedo e liberava alguns comércios não essenciais, será suspenso.

Na noite desta sexta-feira,24, a juíza titular da segunda vara do Fórum de Vinhedo, Euzy Lopes Feijó, acatou parte do pedido feito pelo Ministério Público e suspendeu liminarmente o decreto do prefeito Jaime Cruz (PSDB) que liberava alguns serviços não essenciais durante o período de quarentena em Vinhedo.

Jaime disse, que nesta segunda-feira, 26, deve comunicar a Justiça que vai cumprir a liminar. “Entendemos que a ordem judicial deve ser cumprida. Queremos apenas esclarecer que nossa intenção era continuar, sim, com o principal, que são as ações de prevenção e combate ao novo coronavírus, com os investimentos na área da Saúde e, ao mesmo tempo, procurar alternativas seguras para a continuidade da vida pessoal e profissional de muitos trabalhadores da nossa cidade”, disse o prefeito.