Vinhedo retrocede para fase laranja; Estado diz que há risco de colapso

O governo de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, 26, que a região de Campinas, o que inclui Vinhedo, vai regredir a fase laranja do Plano São Paulo de abertura das atividades econômicas durante a pandemia do novo coronavírus.

O secretário estadual de Saúde do estado, Jean Gorinchteyn, disse que o sistema de saúde do estado pode entrar em colapso. A situação descrita é pior do que o pico da primeira onda no estado, em 2020.

A reclassificação para a fase laranja, mais restritiva, ocorreu por conta da alta na taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para covid-19 na regional de Campinas. Na cidade de Vinhedo os leitos destinados a pacientes com covid-19 estão com ocupação de 100% há quase uma semana.

Fase laranja

Na fase laranja todos os setores de comércio e serviços são permitidos. No entanto, o atendimento presencial em bares, está vetado.

Todos os setores devem ter a capacidade de ocupação de 40%; funcionamento máximo cai para 8 horas por dia; atendimento presencial só poderá ser feito até 20h em todos os estabelecimentos; parques estaduais; salões de beleza e academias podem funcionar; escolas podem ter a ocupação presencial de até 35%;

Apenas as regiões de Araçatuba, Piracicaba e Baixa Santista continuam na fase amarela do Plano SP.