Vinhedo tem mais de 3.500 demissões desde o início da pandemia

Saldo entre demissões e admissões está em mais de mil vagas negativas

A cidade de Vinhedo acumula 3.512 demissões de empregados de março a maio deste ano. Os dados mais recentes divulgados pelo Governo Federal mostram que no mesmo período a cidade teve 2.509 admissões, ou seja, um saldo de 1.003 vagas fechadas.

A Organização Mundial da Saúde declarou no dia 11 de março que o novo coronavírus havia se tornado uma pandemia, desde então, o saldo de carteiras assinadas (resultado da diferença entre demissões e contratações) em Vinhedo está negativo.

Em março o saldo fechou com menos 189 vagas. Em abril o tombo foi maior e ficou com 613 vagas negativas, já em maio a estatística finalizou com 201 vagas negativas.

A indústria vinhedense foi o setor que mais fechou vagas. Ao todo, entre demitidos em contratados o saldo foi de 476 vagas negativas nesses três meses. O setor do comércio, foi o segundo maior dispensador de empregados na cidade com 275 vagas negativas, de março a maio.