A Importância de Níveis Adequados Testosterona para a Saúde da Mulher

Quando se fala em testosterona para a saúde da mulher muitos estranham, uma vez que esse hormônio é comumente associado a imagem do homem.

No entanto, essa é uma ideia errada, visto que a testosterona é muito importante também para o público feminino.

É claro que o organismo da mulher apresenta uma concentração menor desse hormônio, cerca de 10 a 30 vezes menos do que os homens, porém a importância de tê-lo ainda continua a mesma.

Isso porque, esse hormônio é responsável por uma série de funções metabólicas primordiais para o funcionamento adequado do corpo, assim como explica a nutricionista Manuela Jobst no site NutriJobst.

Logo, é fundamental que você conheça a importância de níveis adequados de testosterona para a saúde da mulher. Veja!

As funções da testosterona no corpo da mulher

No corpo da mulher a testosterona é produzida nas glândulas suprarrenais e nos ovários, desempenhando várias funções para ajudar no processo reprodutivo.

 

Porém, não é só isso, a testosterona tem outras responsabilidades importantes no corpo feminino, como:

  • Ajuda no ganho de massa muscular;
  • Oferece mais energia e disposição;
  • Desempenha papel importante na libido da mulher;
  • Auxilia na manutenção da saúde do coração.

Em função disso, ter níveis adequados de testosterona é um modo de garantir que o seu corpo funcione perfeitamente bem.

Consequências da baixa de testosterona na mulher

Se os níveis adequados de testosterona para a saúde da mulher são importantes, a baixa desse hormônio acarreta em problemas.

O primeiro sinal tende a ser o desânimo. Se a vitalidade está ligada a bons níveis de hormônio, a sensação de apatia mostra que algo não está indo muito bem.

Junto desse primeiro sinal, vem também o cansaço constante e a falta de libido. Portanto, um sintoma vai acarretando em outro, uma vez que, de fato, eles estão ligados.

Além disso, a baixa ou ausência da testosterona em mulheres leva a outros problemas de saúde, como:

  • Perda de massa óssea;
  • Ganho de gordura;
  • Fraqueza e preguiça;
  • Falta de concentração;
  • Dificuldade de ganho de massa muscular.

É válido citar que os indícios da baixa ou falta desse hormônio costumam aparecer especialmente durante a menopausa. Estima-se que cerca de 30% das mulheres nessa fase apresentam esses sinais, que podem estar ligados a baixa da testosterona.

Todavia, quando essas mulheres buscam ajuda, em diversos casos, são receitados suplementos que auxiliam diretamente no controle do nível adequado da testosterona.

Como aumentar a testosterona na mulher?

Os níveis adequados de testosterona para a saúde da mulher são importantes e para mantê-los coerentes tudo deve ser realizado sob a orientação de um profissional da área da saúde.

Geralmente, as soluções são apresentadas quando o hormônio está igual ou menor que 25 nd/dl.

Dentro desse contexto, algumas alternativas de remédios são recomendadas pelos especialistas, dentre eles estão:

  • Testosterona injetável;
  • Testosterona em comprimido;
  • Testosterona em adesivo;
  • Gel de testosterona.

É claro que essas são alternativas indicadas são eficientes para quando se sofre com a baixa da testosterona, mas, quando a dose é dada de maneira adequada, se sofre com efeitos colaterais, como:

  • Intoxicação do fígado;
  • Aumento de risco de infarto;
  • Aumente de risco de colesterol alto.

Diante disso, recorrer a suplementos naturais tende a ser uma excelente alternativa também.

Isso porque, esses produtos são testados e aprovados, não trazem efeitos colaterais e garantem resultados também na melhor adequação dos níveis de testosterona para a saúde da mulher.

Conclusão

Existe relevância e importância nos níveis adequados de testosterona para a saúde da mulher.

Sendo assim, fique atento aos sinais da baixa desse hormônio e busque a melhor alternativa para lidar com a solução de forma eficiente e garantida.