Água: Consórcio PCJ põe Vinhedo em estado de restrição de consumo

As chuvas registradas em outubro alcançaram apenas 34% do previsto para o período, por conta dos baixos volumes dos recursos hídricos, o Consórcio Intermunicipal das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, o PCJ, colocou a região de Campinas, que inclui Vinhedo, em estado de restrição de consumo.

“É uma situação atípica, com chuvas muito abaixo da média. Há tempos já estamos solicitando à população que faça uso consciente da água e agora reforçamos esse pedido. Se cada um fizer a sua parte, utilizando esse líquido precioso somente para o que for realmente necessário, atravessaremos essa fase sem maiores problemas”, destacou o prefeito Jaime Cruz.

Conforme divulgado pelo Consórcio PCJ, no ano, o volume de chuva está 25% menor do que o esperado nas cidades que fazem parte das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí. A entidade, inclusive, compara o cenário de estiagem atual ao de 2014, quando houve uma grave crise hídrica. A redução das chuvas este ano também é resultado do fenômeno La Niña, que esfria as águas do Oceano Pacífico, causando diminuição de chuvas no Sul e Sudeste brasileiros.

Para minimizar os efeitos deste período, a Sanebavi antecipou a Operação Estiagem para o mês de maio, com objetivo de evitar o racionamento e a utilização de rodízio, que é quando há horários definidos para cortes programados no abastecimento. Entretanto, as medidas não têm sido suficientes e a Sanebavi continua solicitando a todos os moradores que moderem o consumo, principalmente nos dias de calor intenso, utilizando o recurso em situações extremamente necessárias.

Ações como o uso de água potável em jardins, piscinas e na lavagem de quintais, áreas de serviço e veículos estão proibidas, de acordo com a Operação Estiagem 2020, e podem gerar multa de R$ 523,26 para quem praticá-las.

“Estamos passando por um momento de escassez de água bruta, principalmente no Rio Capivari, que é a nossa fonte de captação. Solicitamos a todos os moradores que usem esse recurso, tão precioso, apenas para as necessidades básicas e com moderação”, salientou a superintendente da Sanebavi, Andréa Campos.

O desperdício de água pode ser denunciado através dos telefones 0800 774 7123 ou (19) 3876-9880 e ainda, através de e-mail: fiscalizaçã[email protected] Confira algumas ações simples, adotadas no dia a dia que contribuem para o uso racional da água:

  • Mantenha a torneira fechada enquanto escova os dentes ou faz a barba. A economia pode chegar a 80 litros.
  • Tome banhos rápidos de até cinco minutos.
  • Não utilize a descarga sem necessidade. São consumidos 20 litros de água por acionamento.
  • Só ligue a máquina de lavar louça ou roupa quando for usar toda a capacidade dela.
  • Feche a torneira enquanto esfrega a roupa no tanque.
  • Preste atenção no hidrômetro: quando girar sem consumo de água é indício de vazamento.
  • Reutilize a água sempre que possível.