Como é feita a medição do isolamento social em SP

Dados de celulares são utilizados para medir o isolamento social

O Governo do Estado de São Paulo vem divulgado diariamente a medição do isolamento social em 104 cidades paulistas. No entanto, muitos não sabem como são feitos esses números.

Para realizar esse tipo de amostra o governo tem usado dados de celulares fornecidos pelo operadoras Tim, Oi, Vivo e Claro, que detectam as a localização das pessoas por meio dos telefones celulares.

Ou seja, se um determinado aparelho está muito tempo parado, ou se movimentando em espaços curtos, isso sugere que o proprietário dele esteja em casa. Caso ocorra mudanças rápidas e deslocamentos mais longos, o sistema entende que houve uma movimentação e que o usuário desse aparelho não está em quarentena.

Não é possível saber se o seu telefone está ou não sendo utilizado no base de dados. O Governo do Estado e as empresas afirmam que o processo de coleta de dados é realizado de forma agregada, sem que seja possível coletar informações pessoais dos usuários.

Fora do estado de SP, governos tem usado dados da a startup Inova, que basicamente utiliza o mesmo processo usando celulares. No entanto a Inova analisa a movimentação dos aparelhos utilizando dados referentes ao Advertising ID, número usado para compartilhar interesses de forma anônima para publicidade. A companhia explica que consegue ter conhecimento da nuvem de posicionamento dos aparelhos usando essa técnica.