Governo do Estado prorroga quarentena até 10 de maio

Vinhedo ainda não se pronunciou se seguirá determinação do Estado

O governado João Doria durante a coletiva desta sexta-feira, 17

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta quinta-feira, 17, que vai prorrogar a quarentena em todo o estado de São Paulo até 10 de maio. A medida foi validada pelo Comitê de Contingência do Coronavírus e vale para os 645 municípios. A Prefeitura de Vinhedo ainda não se pronunciou se vai seguir o decreto; a média no índice de isolamento social nos últimos 15 dias na cidade foi de 58% segundo a central de monitoramento inteligente.

O infectologista David Uip salientou que o “vírus está entrando em todo o interior e no litoral do estado de São Paulo”. Ele, que coordena o Centro de Contingência do Coronavírus, disse que divulgará em breve uma nota técnica mostrando a preocupação com as regiões. “Estamos absolutamente convencidos que São Paulo adota as melhores decisões possíveis”.

São Paulo está sob medidas de isolamento social desde 22 de março. Até agora, o governador decretou períodos de 15 dias de quarentena. Somente serviços essenciais estão autorizados a funcionar. O Estado é o mais atingido pela epidemia do novo coronavírus. Foram 75 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com balanço da Secretaria Estadual da Saúde divulgado nesta quinta-feira, 16.

“Aqui nós não brigamos com a ciência, nós respeitamos a ciência. E a orientação da ciência foi para prorrogarmos a quarentena até o dia 10 de maio”, disse Doria. O governador relatou que o isolamento social caiu para 49%, o que preocupa as autoridades, já que o sistema de saúde está próximo do colapso.