Governo de SP adia volta às aulas para 7 de outubro

O retorno das aulas presenciais das escolas públicas de São Paulo foi adiado de 8 de setembro para o dia 7 de outubro. O anúncio oficial foi feito nesta sexta-feira, 7, pelo governo estadual.

No entanto, a partir de 8 de setembro, o estado permitirá atividades opcionais de reforço e recuperação em escolas de municípios incluídos por 28 dias seguidos na fase amarela do Plano SP. A opção de retornar as atividades deve ser de cada escola pública ou privada.

Segundo o governo estadual, a intenção é retomar as aulas presenciais em todo o Estado ao mesmo tempo. Mas a confirmação do retorno gradual dos alunos, a partir de outubro, dependerá da permanência, por pelo menos 28 dias, de todas as regiões na fase amarela.

Caso aconteça a volta às aulas, de acordo com informações do governo estadual, as escolas de educação infantil, educação básica, ensino médio e ensino superior poderão funcionar, inicialmente, com até 35% da capacidade máxima, controlando o fluxo através de rodízio entre os alunos e mantendo parte das atividades realizadas de forma online.

Ainda segundo o governo, tanto o retorno de atividades como o de aulas em outubro, será opcional aos alunos e pais que não se sentirem à vontade, desde que eles continuem realizando os estudos de forma online.