Secretaria apura possível crime ambiental no lago do Jardim Paineiras

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente apura um possível crime ambiental ocorrido na terça-feira, 19, no lago da Praça Jairo Ribeiro Tavare, localizado no Jardim Paineiras, região da Capela. De acordo com a Prefeitura dezenas de alevinos (peixes recém saídos de ovos) foram encontrados boiando na beira do lago.

Segundo a denúncia feita por um morador, os peixes mortos já estavam boiando às 5h30 da manhã do dia 19. Contudo, na tarde do dia anterior, na segunda, 18, não havia nenhum peixe boiando, o que indica que a possível prática tenha ocorrido durante a madrugada.

A equipe da secretaria foi até o local após tomar conhecimento da situação. “Foram coletados alguns peixes em todo o perímetro e amostras da água do lago e do córrego que o antecede, para análise laboratorial e comparação dos resultados”, explicou o secretário, Luiz Henrique Vieira.

A Prefeitura trabalha com a hipótese de crime ambiental. Por isso, a Secretaria de Transportes e Defesa Social foi acionada para informar se há câmeras de vigilância que poderiam auxiliar a identificar potenciais causadores do crime, mas não há esse recurso disponível no local.

O material coletado foi enviado para análise laboratorial e aguarda os resultados.