Valinhos cria quatro novos leitos de UTI para pacientes com covid-19

Quatro novos leitos de UTI para casos da covid-19 foram abertos pela Prefeitura de Valinhos na UPA da cidade nesta segunda-feira, 22.

Segundo a Prefeitura, a medida é necessária devido ao aumento expressivo no número de casos da doença no mês de junho.

Essa é a quinta ampliação feita pela Secretaria da Saúde, no total de leitos disponíveis para atendimento da covid-19, desde o início da pandemia, em março. Com a medida, o total de leitos, tanto pelo SUS quanto para atendimentos de planos de saúde, chega a 52.

A Secretaria da Saúde valinhense recebeu neste sábado dois respiradores enviados pelo Governo do Estado. Eles foram usados para equipar os novos leitos de UTI na UPA. Os dois equipamentos permitem a criação de quatro leitos e serão instalados imediatamente.

Atualmente, a UPA não possui leitos de UTI. Há apenas leitos de enfermaria que atendem casos menos complexos da doença. Os novos leitos serão destinados a receber pacientes no caso de superlotação da Santa Casa.

A unidade encaminha, hoje, os pacientes que exigem cuidados mais intensivos para a Santa Casa, que é o hospital contratado pela Prefeitura para internação em leitos pelo SUS.  Segundo a Secretaria da Saúde, sempre que a Santa Casa tiver disponibilidade vai ter prioridade em receber os pacientes.

Capacidade

A quantidade de pacientes internados nos dois hospitais de Valinhos chegou a 56 na última quinta-feira, 18, maior número desde o início da pandemia, sendo que 34 estavam em UTIs (24 na Santa Casa e 10 no Galileo), com quadros mais graves, e outros 22 em enfermarias (11 na Santa Casa e 11 no Galileo).

A taxa de ocupação das UTIs na cidade (atendimento SUS e privado) na quinta-feira, 18, chegou a 78%, segundo informações oficiais dos hospitais à Secretaria Municipal da Saúde. Dos 44 leitos disponíveis, 34 estavam ocupados. Porém, na Santa Casa, que atende pelo SUS, a ocupação se mantinha em 100% na última quinta.